Passo a passo para você usar o FGTS no consórcio de imóvel

Consórcio tem muitas vantagens, como a ausência de juros e também a possibilidade de usar o FGTS no consórcio de imóvel. Saiba mais.
Usar FGTS no consórcio de imóvel

O consórcio é uma das principais opções para quem quer fazer um novo investimento imobiliário. Muitas pessoas fazem essa opção por causa das vantagens envolvidas, inclusive a possibilidade de usar o FGTS no consórcio de imóvel.

Se você está pensando em participar de um consórcio utilizando seu FGTS para adquirir um imóvel, este artigo vai responder as suas dúvidas.

Vamos entender como funciona, quais são os requisitos e te dar um passo a passo objetivo para usar o FGTS no consórcio imóvel.

Índice

1. Como funciona o FGTS para pagamento de consórcio?
2. Quais os requisitos para utilizar o FGTS no consórcio imóvel?
3. Como funciona o Saque FGTS?

Como funciona o FGTS para pagamento de consórcio?

FGTS

No consórcio, várias pessoas se unem para formar uma poupança única através de contribuições mensais. No caso do consórcio de imóvel, essa poupança tem o objetivo justamente de garantir que todos os participantes possam adquirir o próprio imóvel.

Todos os meses, os consorciados participam de sorteios nos quais podem ser contemplados e receber o crédito do consórcio. Da mesma forma, eles podem ofertar lances e adiantar esse recebimento.

Então, o FGTS (Fundo de Garantia de Serviço) pode ser utilizado justamente para esses fins: com o saldo do FGTS é possível ofertar lances, amortizar parcelas do consórcio, ou mesmo liquidar o saldo devedor.

Essa é uma excelente forma de conquistar a compra de um imóvel, porque o consórcio é bem mais barato que o financiamento, além de muito seguro. Fora isso, ainda dá para usar o saldo do FGTS para vários fins e facilitar a sua compra.

Aproveite para entender também por que o consórcio é um investimento econômico.

Quais os requisitos para utilizar o FGTS no consórcio imóvel?

Requisitos para usar FGTS no consórcio de imóvel

Existem alguns requisitos que precisam ser atendidos para que você possa utilizar o saldo do FGTS no seu consórcio.

Vamos deixar esses requisitos organizados de uma forma bem objetiva:

  • é preciso ter três anos de trabalho sob o regime do FGTS (na mesma empresa ou empresas diferentes);
  • o titular da conta FGTS deve ser o mesmo titular do consorciado, ou seja, você só pode usar o FGTS para fazer um consórcio em seu nome;
  • o titular da conta FGTS não pode ter financiamento ativo no Brasil e nem ser comprador nem proprietário de imóvel na mesma localidade.

É importante ressaltar que existem exceções para este último requisito:

  • comprovar que o financiamento já foi quitado, transferido ou alienado;
  • comprovar que o imóvel foi transferido ou alienado.

Leia também: Taxa de administração de consórcio não se compara com juros, tire suas dúvidas.

Como funciona o Saque FGTS?

O saque do FGTS no consórcio de imóvel é realizado em uma única parcela. É importante observar que o valor máximo do imóvel é de R$ 500.000, então este é o valor máximo do saque.

Também é possível usar o FGTS para fazer mais de um pagamento. Desde que haja um prazo de dois anos entre os saques para esse fim. Da mesma forma, é possível usar o FGTS para pagar parcelas atrasadas do imóvel, desde que não haja mais do que três parcelas atrasadas.

Agora você sabe como usar o FGTS no consórcio imóvel. O primeiro passo a tomar é verificar se você cumpre os requisitos que listamos acima.

A melhor forma de participar de um consórcio com segurança usando o seu FGTS é contando com uma administradora de consórcios da sua confiança. Conheça os planos da Consórcio Eldorado e faça uma simulação de consórcio para conhecer os detalhes. Esta é a forma de comprar seu imóvel sem pagar juros por isso.

Deixe um comentário