Comprar imóvel sem entrada é possível? Conheça as alternativas

Na hora de planejar a compra de um imóvel você deve conhecer as alternativas. Veja neste artigo como é possível comprar imóvel sem entrada.
Comprar imóvel sem entrada

A compra da casa ou de um apartamento é um sonho para muita gente. Contudo, se formos seguir os modelos tradicionais de compra de imóveis, sabemos que grande parte das imobiliárias exige uma entrada, onde o restante é dividido em parcelas.

No entanto, é importante conhecer outras alternativas de compra de imóvel, inclusive sem a necessidade de um pagamento de entrada.

Então, neste artigo vamos explorar a possibilidade de comprar imóvel sem entrada e explicar como você pode fazer isso. Veja a seguir.

Índice

1. É possível comprar imóvel sem entrada?
2. Quais são as opções para quem busca comprar um imóvel sem entrada?
2.1 Sistema de Financiamento Habitacional
2.2 Programa Casa Verde e Amarela
3. Como funciona o consórcio para imóveis?
4. Por que o consórcio para imóveis é melhor do que o financiamento?

É possível comprar imóvel sem entrada?

Sim, é possível. Mas não pelo sistema de financiamento normalmente utilizado como meio de compra. Aliás, dificilmente uma instituição financeira aprovaria a aquisição de um imóvel sem entrada, considerando os riscos que isso representa.

No entanto, existem outros meio de fazer essa compra. Assim como existem linhas de crédito que podem oferecer a chance de negociar praticamente 100% do valor do bem. Vamos conferir algumas opções ao longo deste artigo.

Aproveite para saber também: 4 diferenças entre consórcio e financiamento.

Quais são as opções para quem busca comprar um imóvel sem entrada?

Agora que você já sabe que existe a possibilidade de adquirir um imóvel sem a necessidade de entrada, está na hora de conhecer as principais opções. Veja abaixo:

1. Sistema de Financiamento Habitacional

Sistema de Financiamento Habitacional

Uma das opções de compra em um imóvel sem a necessidade de oferecer uma entrada é através do famoso Sistema de Financiamento Habitacional.

Entretanto, nessa modalidade, é necessário que o valor que for parcelado para a aquisição do imóvel seja de ao menos 80%.

É possível utilizar o saldo do FGTS para garantir o pagamento desse valor ou através de recursos advindos da poupança. Inclusive, também é possível usar o FGTS no consórcio de imóvel, como já explicamos em outro artigo.

2. Programa Minha Casa, Minha Vida

Programa Minha Casa, Minha Vida

O Programa Minha Casa, Minha Vida é outra opção para quem deseja adquirir um imóvel sem pagar entrada.

Sabe-se que a viabilidade da negociação está vinculada a uma instituição financeira específica e também que só pode ser solicitada de acordo com as regras estabelecidas do programa — principalmente a renda que o trabalhador possui.

Vale lembrar que esse sistema de aquisição de moradia está dividido em grupos e todos os detalhes você consegue conferir no site do próprio programa.

Como funciona o consórcio para imóveis?

Caso você não saiba, o consórcio imobiliário tem crescido de forma substancial no mercado, e vem conquistando diversas famílias que sonham em ter uma casa própria de maneira mais rápida, prática e menos custosa.

Podemos resumir que o consórcio de imóveis ocorre quando junta-se um grupo de indivíduos em prol de um mesmo interesse, e que tende a arrecadar uma determinada quantia de dinheiro durante um período de tempo.

Dessa forma, um integrante do consórcio recebe, a cada mês, a sua carta de crédito, que é um documento que visa contemplar o consorciado para a aquisição de sua casa ou apartamento.

Assim, todos os meses existem assembleias e a possibilidade de um integrante do consórcio ser contemplado com essa carta de crédito, e assim, adquirir o seu imóvel, pagando as parcelas mensais do plano de consórcio.

Por que o consórcio para imóveis é melhor do que o financiamento?

consórcio para imóveis

No consórcio de imóveis, não há cobrança de juros, diferentemente das instituições financeiras que cobram juros exorbitantes nos valores dos financiamentos.

Existe apenas uma taxa de administração que é cobrada em consórcios, que será diluída nas parcelas.

Além disso, no consórcio não há necessidade de dar entrada, já que o valor será parcelado de forma integral, sem a necessidade de pagar porcentagens antecipadas.

Sem contar que no consórcio existem diversas possibilidades de planos e prazos, que podem ser adequadas ao orçamento de qualquer pessoa.

Gostou desse artigo? Conforme vimos, o consórcio para imóveis tende a ser mais prático e flexível do que o financiamento tradicional. Portanto, agora que você entende melhor a diferença, faça uma simulação de consórcio imobiliário e conheça as possibilidades da sua compra.

___

Atualizado em 11/01/24

Deixe um comentário